A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) está a preparar uma publicação para compilar informação diversa sobre o impacto da Covid-19 nas Santas Casas e, desta forma, contribuir para registo da nossa memória a respeito dessa vivência.

Depois de uma fase de recolha de dados, no âmbito do estudo epidemiológico que decorreu entre abril de 2020 e abril de 2021, entendeu esta União que, numa publicação deste género, faria sentido incluir testemunhos, alguns dramáticos, sobre momentos vividos na luta contra um inimigo desconhecido e para o qual o sentimento de impotência assolou muitos de nós.

Por isso, convidamos as Misericórdias a participar neste projeto através do envio de depoimentos sobre a vivência da pandemia. De modo a auscultarmos todo o universo das Santas Casas, sugerimos que os testemunhos abranjam, sempre que possível ou oportuno, corpos sociais, trabalhadores, utentes, familiares, irmãos e/ou voluntários.

Por motivos de ordem técnica, os testemunhos deverão ter entre 500 e 1000 caracteres (incluindo espaços) e serão aceites no máximo três (3) testemunhos por Misericórdia. Os textos deverão ser identificados com nome, idade e tipologia de testemunho (corpos sociais, trabalhadores, utentes, familiares, irmãos e/ou voluntários).

Pedimos antecipadamente a vossa compreensão, mas os textos que ultrapassem a dimensão estipulada não poderão ser publicados e serão igualmente excluídos os testemunhos que coloquem em causa a integridade moral e o bom nome de qualquer cidadão ou instituição.

Os depoimentos poderão ser enviados para comunicacao@ump.pt até ao dia 08 de outubro. Para mais informações poderão contactar o Gabinete de Comunicação e Imagem através deste endereço ou dos contactos 218103016 e/ou 927983122. Poderão ainda contactar através da plataforma Rede UMP, escolhendo para o efeito a opção ‘Comunicação e Imagem – Outras Informações’.

Esta publicação, promovida no âmbito da operação Capacitação UMP/POISE, será certamente fonte de inspiração para os leitores e contribuirá desta forma para a valorização e reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pelas Misericórdias e sua União para proteger as comunidades da Covid-19.
 

Ver circular 72/2021