Divulgar ações com impacto positivo nas comunidades, contar histórias e inspirar pessoas são alguns dos objetivos dos filmes da UMP

Arrancou em meados do mês de maio a terceira fase do programa “A Vida dos Outros”, um regresso às Misericórdias que nos vai permitir continuar a viajar pelas histórias, tradições e paisagens do nosso país, cumprindo os objetivos deste projeto que é divulgar ações e boas práticas com impacto positivo nas comunidades, contar histórias e inspirar pessoas.

Após duas temporadas do programa, onde foram produzidos e divulgados cerca de 200 filmes, a União das Misericórdias Portugueses (UMP) retoma a produção de conteúdos audiovisuais junto das Santas Casas, com um novo formato, mas mantendo a diversidade na cobertura temática e geográfica.

A partilha de boas práticas em vídeo, num registo informal e pedagógico, surgiu na sequência do projeto de Capacitação da UMP, iniciado em 2016 com financiamento do POISE (Programa Operacional Inclusão Social e Emprego) através Portugal 2020. Na altura, Manuel de Lemos, presidente da UMP, disse que o objetivo destes filmes passava pela “partilha de bons exemplos, apontando caminhos e mostrando como alguns poderão tirar partido da experiência de outros". Assim, ao longo dos últimos anos, e apesar de alguns constrangimentos e pontuais dificuldades de agenda, estes propósitos têm sido cumpridos, com as Misericórdias a mostrarem-se disponíveis para a gravação e partilha das suas histórias e dos seus projetos.

Para esta terceira fase de “A Vida dos Outros” estão já escolhidos alguns dos temas que vão ser abordados nos filmes a serem realizados. O envelhecimento, integração social, saúde, sustentabilidade, apoio social, cuidador informal, inovação social, Covid-19 e o património cultural das Santas Casas são alguns deles.

Tal como nas duas fases anteriores deste projeto, a execução desta atividade organiza-se em três fases distintas: pré-produção, produção e divulgação. Durante a pré-produção são definidos o formato do programa, os critérios editoriais e temas a abordar, na fase de produção é realizado o agendamento filmagens e recolha das imagens, com recurso a duas equipas externas que fazem também a montagem do programa. A última fase é dedicada à divulgação do programa através de várias plataformas na web.

Se ainda não conhece este programa, sintonize-se nos canais habituais da UMP (Facebook, Youtube, site da UMP), porque muito em breve vamos começar a divulgar e partilhar o que de melhor se faz nas Misericórdias portuguesas. “Contamos consigo porque a Vida dos Outros é também a nossa vida”.

Voz das Misericórdias, Sara Pires Alves